Lucas Filipe 's FotoPage

By: Lucas Filipe OEBH

[Recommend this Fotopage] | [Share this Fotopage]
[Archive]
Saturday, 20-Oct-2007 12:18 Email | Share | | Bookmark
Bem-Vindos ao BeloHorizonteBus, um site do Blog do OEBH

BEM-VINDOS



A cidade se originou de um pequeno arraial chamado Curral del Rei, fundado por João Leite da Silva Ortiz, que achou o clima da região agradável, e ali se estabeleceu com a Fazenda do Cercado. No local, nas fraldas da Serra do Curral, em 1750, por ordem da Coroa, foi criado o distrito de Nossa Senhora da Boa Viagem do Curral del-Rei, então sede da freguesia do mesmo nome instituída, de fato em 1718, em torno de capela ali construída pelo Padre Francisco Homem del-Rei filho de Miguel Garcia Velho. A freguesia foi oficializada em 1748.


No final do século XIX, a então capital de Minas Gerais, a cidade de Ouro Preto, apresentava dificuldades de acomodar uma expansão urbana, devido à sua localização. Isso gerou a necessidade da transferência da capital para outra localidade. O Congresso Mineiro reunido em Barbacena, em sessão de 17 de dezembro de 1893, indicou pela lei n. 3, adicional à Constituição do Estado, as cidades de Juiz de Fora, Barbacena, Várzea do Marçal, Paraúna e Belo Horizonte como locais propícios à instalação da nova capital, depois que se ouvisse o parecer da Comissão Construtora, chefiada pelo engenheiro Aarão Reis, que optou por Belo Horizonte. Seu território foi desmembrado de Sabará e inicialmente foi denominada Cidade de Minas. A capital do estado foi oficialmente transferida em 12 de dezembro de 1897 durante o governo de Crispim Jacques Bias Fortes, já com o nome de Belo Horizonte.
Aos poucos, pequenas fábricas instalaram-se, a energia elétrica ampliou-se, as obras foram retomadas, os transportes melhoraram e começaram a surgir praças e jardins que deram uma nova paisagem. O número de empregos cresceu, chegaram novos habitantes, a vida social e cultural começou a se agitar. A indústria ganhou impulso na década de 20 e inauguraram-se grandes obras, surgiram novos bairros sem planejamento e com eles, sérios problemas urbanos.

Na década de 1920, surgiu em Belo Horizonte a geração de escritores de raro brilho que iria se destacar no cenário nacional. Carlos Drumond de Andrade, Ciro dos Anjos, Pedro Nava, Luís Vaz, Alberto Campos, Emílio Moura, João Alphonsus, Milton Campos, Belmiro Braga e Abgar Renault se encontravam no Bar do Ponto, na Confeitaria Estrela ou no Trianon, para produzir os textos que revolucionaram a literatura brasileira.

A década de 40 trouxe o avanço da industrialização e surge o Complexo Arquitetônico da Pampulha inaugurado em 1943 por encomenda do então prefeito Juscelino Kubitschek. O conjunto da Pampulha reúne os maiores nomes do modernismo brasileiro, com projetos de Oscar Niemeyer, pinturas de Portinari, esculturas de Alfredo Ceschiatti e jardins de Roberto Burle Marx.

Na década de 50 a população da cidade dobra, passando de 350 mil para 700 mil habitantes. Como resposta ao crescimento desordenado da cidade, o prefeito Américo René Gianetti dá início à elaboração de um Plano Diretor para Belo Horizonte.

Na década de 60 muitas demolições foram feitas, transformando o perfil da cidade, que passa, então, a ter arranha-céus e asfalto no lugar de árvores. Belo Horizonte ganha ares de metrópole. A conurbação da cidade com municípios vizinhos se amplia.

Nesta primeira década do século XXI, Belo Horizonte está se consolidando no cenário internacional como um grande centro nas áreas de biotecnologia, informática e de turismo de negócios. Alguns dos investimentos recentes nesses setores são a implantação do Parque Tecnológico de Belo Horizonte, do Laboratório do Google para a América Latina, e do moderno Centro de Convenções Expominas.


A urbanização intensa fez com que a área urbana de Belo Horizonte se encontrasse com a de outros municípios como Contagem, Betim, Ribeirão das Neves, Santa Luzia, Sabará, Vespasiano e Nova Lima. Esse processo, denominado conurbação, tornou irrelevantes as fronteiras políticas desses municípios. Atualmente, a Região Metropolitana de Belo Horizonte, ou simplesmente Grande BH, possui 34 municípios, dentre eles municípios históricos como Caeté, Nova Lima, Sabará e Santa Luzia. Com quase 5 milhões de habitantes, a Grande BH é a terceira maior região metropolitana do Brasil.

Coladas em Belo Horizonte, estão as cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte, repletas de atrações turísticas


Belo Horizonte está dividida em 9 regionais (regiões) para fins administrativos. São elas: Barreiro, Centro-Sul, Leste, Nordeste, Noroeste, Norte, Oeste, Pampulha e Venda Nova.Belo Horizonte possui 148 bairros. Alguns deles, como a Savassi, são conhecidos nacionalmente.



Estádio Governador Magalhães Pinto - MINEIRÃO


Fotos e Texto: Wikipedia

OBS.: Aqui serão postadas fotos, matérias sobre o ônibus e também fotos, história de várias cidades de Minas e talvez também do Brasil. Fique ligado!

ESTE FOTOPAGES É UM SITE DO BLOG ÔNIBUS EM BH (OEBH).

Acesse o Ônibus em BH (OEBH): http://onibusembh.nafoto.net/index.html


[Archive]

© Pidgin Technologies Ltd. 2016

ns4008464.ip-198-27-69.net